Como criar uma conta e um projeto compartilhado no Google Cloud?

Nesse artigo aprenderemos a criar uma conta e um projeto compartilhado no Google Cloud.

Sobre o Google Cloud

Já ouviu falar do Google Cloud Platform (GCP)?

O Google Cloud Platform é uma plataforma que reúne diversos serviços do Google para computação em nuvem. Com ele é possível hospedar websites e e-commerces, aplicações, configurar servidores, ter centrais de armazenamento estático, dentre outras centenas de produtos e serviços. Com o propósito de aumentar a quantia de usuários em sua plataforma, o Google oferece gratuitamente o valor de US$ 300,00 (algo em torno de R$1500,00 com o dólar na faixa de R$5,00) para testar qualquer recurso no GCP pelo período de 90 dias.

Usar o GCP nos dá diversas vantagens em questões de segurança digital, levando em consideração toda a estrutura que podemos construir dentro da plataforma.

Para começarmos…

Requisitos

Para criar uma conta no Google Cloud é necessário ter uma conta Google válida e um endereço de e-mail.

Primeira Etapa: Criando a conta e configurando

Acesse o o site do Google Cloud Platform e clique no botão “Comece a usar gratuitamente” na barra superior direita.

Imagem ilustrando a página inicial do site do Google Cloud Platform.
1. Home do Google Cloud

Após clicar, o Google solicitará que você faça login com a sua conta. Entre com a conta desejada

Em seguida, será necessário informar o seu país, aceitar os termos de serviço e preencher todos os campos solicitados. É necessário cadastrar um cartão de crédito, mas não se preocupe, todo valor consumido será inicialmente debitado dos U$$300,00 =)

Campos de preenchimento para cadastro no Google Cloud.
Processo de cadastro do Google Cloud

Segunda etapa: Criando um projeto

Para criar um projeto, devemos acessar a aba do gerenciador de projetos, conforme ilustra a imagem abaixo…

Acessando o campo para criar um projeto
Acessando o campo para criar um projeto

…e selecionar a opção Novo Projeto.

Criando um projeto
Criando um projeto

O projeto deve conter um nome explicativo e um ID.
Por questões de organização, o ID deve ter o mesmo nome do projeto, usando um traço ao invés de espaço. Exemplo: meu-projeto (note que não usamos números e nem letras maiúsculas).

Nomeando o Projeto

Após criar, você será redirecionado para a página inicial do GCP.

Como compartilhar um projeto com outros usuários?

Para compartilhar um projeto com uma determinada conta ou pessoa, você deve primeiramente acessar o seu projeto por meio da aba superior do console e selecionar a opção “Adicionar pessoas ao projeto“.

Selecionando o projeto
Adicionando pessoas ao projeto

Por fim, devemos acrescentar o endereço de e-mail da conta Google referente à pessoa que desejamos compartilhar o projeto e definir as permissões de acesso da mesma. Temos diversos tipos de permissões, cada uma referente à diferentes níveis de acesso.

Se você estiver compartilhando o projeto com o administrador de seus sistemas, você pode colocá-lo como proprietário do projeto, levando em consideração a quantia de permissões que ele irá precisar para gerenciar os serviços na Google Cloud Platform.

O Google Cloud permite que façamos uso de diferentes permissões tipos de acesso aos usuários
O Google Cloud permite que façamos uso de diferentes permissões tipos de acesso aos usuários

Agora você já sabe como criar sua conta e seu projeto compartilhado. Não se esqueça de ler a documentação oficial do Google Cloud para obter um melhor proveito em seus projetos =)

Gostou do artigo? Inscreva-se em nossa mailing-list para receber mais conteúdos iguais a este.

WordPress e Software Livre: uso no desenvolvimento de websites

36% da internet usa WordPress. Para muitos, essa afirmação pode soar irrelevante, mas fazendo uma análise com bons olhos, podemos encontrar um ponto extremamente presente e importante no funcionamento da internet: O uso de software livre por um grande número de desenvolvedores de websites.

Software livre é o software que dá liberdade ao usuário para executar, acessar e modificar o código-fonte, permitindo adaptá-lo às suas necessidades e redistribuir cópias. Eles não tem custo algum e são distribuídos livremente pela internet.

Mas e o WordPress?

O WordPress é uma plataforma de código-aberto criada em 2003 originalmente com o intuito de ser usada como plataforma de blogs. Com o passar do tempo, essa plataforma criou sua base em um conceito: Blocos.

Esses blocos são pequenos trechos de código que conversam entre si, e, quando ligados possibilitam a criação de uma estrutura completa de um website. Por isso, o desenvolvedor tem total acesso e permissão para editar o código fonte do WordPress, podendo adaptá-lo à quaisquer necessidades que possam surgir. Com essa facilidade, muitos desenvolvedores passaram a adotá-lo como estrutura para desenvolver o seu projeto.

Comunidade Presente

O WordPress conta com uma comunidade extremamente forte composta por usuários e desenvolvedores. Muitos desenvolvedores criam os seus próprios plugins (adicionais customizados com diversas finalidades) e os disponibilizam para uso gratuito.
Os plugins quase sempre vem acompanhados de uma boa documentação para instruir qualquer tipo de usuário e não haver impedimentos no uso. Por causa disso, nós, desenvolvedores, costumamos brincar que dentro do WordPress tudo é possível, e o que não for, uma solução será encontrada.

Página oficial de Plugins da comunidade WordPress.

Atualizações Constantes

O WordPress está em constante desenvolvimento, sempre buscando melhorar a experiência de seus usuários e desenvolvedores, trazer melhorias ao sistema, aumentar sua segurança e corrigir eventuais falhas no código, evitando problemas a longo prazo. Essas atualizações também acompanham as tendências da internet. É de grande relevância para o desenvolvedor ter um sistema seguro, atualizado e que siga os padrões internacionais da internet.

O wordpress está em constante atualização e desenvolvimento. No total, tivemos 438 versões.
Dados referentes às atualizações do WordPress. Fonte: https://codex.wordpress.org/WordPress_Versions acesso em: 08/06/20

É possível fazer um e-commerce usando WordPress?

Sim, é totalmente possível. A Automattic, empresa que cuida do WordPress, também é desenvolvedora de um plugin muito usado pelos desenvolvedores chamado Woocommerce (também de código aberto). Com ele, é possível criar a sua loja virtual com poucos cliques e algumas configurações.
O Woocommerce oferece de maneira segura uma estrutura completa para lojas, como a gestão de produtos e vendas, métodos de pagamento, meios de entrega e cadastros de clientes. E o melhor: pelo custo de R$ 0,00.

Enquanto muitas plataformas de código fechado prometem soluções maravilhosas (e deixam a desejar) para melhorar suas vendas, o Woocommerce supre todas as necessidades de seu e-commerce. Além de vir com todas as funcionalidades de uma loja, ele permite que o desenvolvedor altere o código fonte. Por isso possibilita o desenvolvimento de diversas ferramentas novas para solucionar eventuais necessidades do lojista.

Em um resumo, existem diversas vantagens em utilizar software livre em seu site, pois além de economizar dinheiro, permite que seu desenvolvedor crie as melhores soluções e encontre caminhos para realizar todas as suas ideias =)

Gostou do artigo? Inscreva-se em nossa mailing-list para receber mais conteúdos iguais a este.