Estratégias para aumentar sua relevância online em sua cidade

SEO Local: Otimizando os resultados nas buscas em sua cidade ou região

O desenvolvimento das ferramentas baseadas na internet tem cada vez mais sido orientado para a facilidade e acessibilidade de uso, e assim ter uma boa relevância online nos mecanismos de busca. Se tornaram essenciais para um bom resultado de empresas.

Fatos como a popularização dos smartphones e do acesso à internet através deles são parte de um grande marco revolucionário do século 21 que projeta que a história ainda vai dar cabo de nomear e atribuir boas duas ou três páginas dos livros escolares à esse momento chave na história humana nos próximos dez a vinte anos.

Em quase todas as atividades profissionais, na última década as tecnologias de uso pessoal trouxeram novas dinâmicas sociais e padrões de atendimento. Esse efeito só aumentou com a chegada da pandemia. 

Vale lembrar que o WhatsApp, por exemplo, foi fundado em 2009, quando ainda tínhamos apenas 10% de smartphones entre todos os celulares do Brasil; hoje, smartphones são 94,2% dos mais de 234 milhões de aparelhos ativos em nosso país, e o WhatsApp está instalado em 99% deles.

Hoje, já falamos em elevar o acesso à rede em si à categoria das necessidades básicas do indivíduo; você já parou pra pensar por quê?

Se você administra um negócio local, você deveria. Te convido a fazê-lo enquanto lê este texto.

Pense como os seus clientes

Seus clientes mais fiéis são bombardeados todos os dias por anúncios de grandes marcas e varejistas na tela dos seus computadores, televisores e smartphones. Eles conhecem novos produtos, estilos, conceitos, padrões de serviço e atendimento… mas que vêm de anunciantes que nem sempre estão disponíveis em sua região.

O passo seguinte tomado pelo consumidor é, então, buscar por um produto ou serviço similar que esteja geograficamente disponível, próximo de seu local de compra. É aqui que entra o seu esforço para ser reconhecido!

SEO local — O que é?

SEO local é um conjunto de estratégias de otimização para mecanismos de busca em que o foco está em oferecer ao usuário soluções que estejam geograficamente próximas.

Esta é uma modalidade que vem ganhando força desde 2014, quando o Google lançou o chamado Pigeon, uma atualização do seu algoritmo que passou a valorizar o fator local na oferta de resultados de busca.

Na prática, isso significa uma compreensão mais precisa sobre as intenções de uma pessoa ao buscar determinadas respostas.

Uma área que facilita a compreensão sobre o que estou falando é a gastronomia.

Se alguém procura pelo termo “pizzaria”, dificilmente vai querer um longo texto sobre a origem da pizza e quais são os locais mais famosos ao redor do mundo.

O mais provável é que se trate de um usuário em busca de descobrir quais são as melhores ou mais próximas opções de pizzaria na cidade em que está naquele exato momento.

E para o seu site aparecer em destaque como resposta a essa pesquisa é que existe o SEO local.

Como fazer SEO local passo a passo

A pergunta que mais ouço de pequenos e médios empreendedores sobre este tema é como traduzir o conceito de SEO local em ações que possam trazer resultados efetivos.

Especialmente nos grandes centros, a competição com marcas já consolidadas e reconhecidas no mundo inteiro é um desafio e tanto.

Por isso, é importante estar atento a dois pontos principais: usar os diferenciais da marca de forma estratégica e garantir que todos os requisitos para melhorar o ranqueamento local sejam preenchidos.

É que mostro como fazer agora, passo a passo.

1. Crie o Google Meu Negócio

O primeiro passo é criar e configurar o perfil da empresa no Google Meu Negócio.

Essa é uma ferramenta gratuita que vai ajudar os consumidores a localizarem a marca tanto por meio dos resultados de busca quanto pelo Google Maps.

Informações como endereço, horário de funcionamento, telefone de contato, horários de pico, nota dada pelos usuários e perguntas e respostas são algumas das possibilidades geradas.

Para começar, acesse a página do Google Meu Negócio e clique em “Gerenciar agora”. Em seguida, faça login na conta Google da empresa ‒ se não tiver uma, é importante criar.

Ao fazer um login, vai encontrar uma tela como esta:

Digite e procure o nome da sua empresa, e caso já possua o cadastro, será redirecionado para o próxima tela, onde você pode sempre manter atualizada as informações da sua empresa.

Caso não possua, será necessário selecionar a opção “Inclua sua empresa no Google”, e será necessário preencher uma série de informações, tais como:

  • Nome do negócio
  • Categoria
  • Se é um local que as pessoas podem visitar
  • Endereço
  • Se você também atende clientes fora do endereço mencionado
  • Telefone e site.

Depois, é preciso confirmar a sua autorização para gerenciar o endereço.

Ao fazer isso, será direcionado para outra página, onde um código de verificação postal é gerado para o endereço fornecido, com o fim de confirmar a autenticidade da propriedade da conta de Google meu Negócio.

O que isso significa?

Em poucas semanas, você receberá uma carta do Google com um código.

Inserindo essa sequência na recém-criada conta do Meu Negócio (localize o botão “Confirmar agora”), as informações anteriormente preenchidas são validadas.

Assim, a sua empresa passa a ser devidamente exibida nas buscas e você pode editar os dados informados sempre que necessário, além de incluir novos conteúdos, a exemplo de fotos.

2. Assuma seus perfis online

Estar presente nas redes sociais e nas plataformas de avaliação também é fundamental.

Além do conteúdo publicado, é importante que as informações de referências estejam inseridas.

Falarei, agora, sobre os canais que vale a pena você utilizar quando o foco é relevância e ser mais encontrado nos mecanismos de buscas para a sua empresa.

Facebook e Instagram

Redes sociais preferidas pela maioria das empresas, Facebook e Instagram oferecem inúmeras possibilidades que ajudam na localização do negócio pelo consumidor.

Elas são ideais para aquelas atualizações que nem sempre um site dá conta, como promoções instantâneas e sorteios.

Também funcionam para reforçar informações de pagamento e mesmo o horário de funcionamento do local. Mantenha essa informação sempre muito atualizada!

Twitter

Se é importante para a estratégia de marketing digital da empresa estar presente no Twitter, garanta que o usuário tenha todas as informações que precisa para entender com quem está se comunicando.

Isso deve incluir os links para o site e outras redes sociais em que está presente.

TripAdvisor

Dependendo do segmento da empresa, é possível ainda configurar um perfil no TripAdvisor, site de viagens que oferece informações e opiniões de usuários relacionados não só a pontos turísticos, mas também a hotéis, pousadas e restaurantes, por exemplo.

Ou seja, é mais uma forma de permitir que as pessoas encontrem o seu negócio e saibam quais são os diferenciais oferecidos por ele.

Foursquare

É bem verdade que o Foursquare já não conta com toda a badalação que tinha há poucos anos, mas ainda é válido estar presente nele.

O motivo? A ferramenta oferece um serviço de sugestão de locais para visitar em diferentes categorias, de acordo com os hábitos e perfil do usuário.

É algo simples, em que vale a pena investir alguns minutos do seu tempo.

3. Faça parceria com blogs locais

Sabe aqueles blogs da região em que o seu negócio funciona, que todo mundo acessa com alguma frequência?

Criar parcerias com eles é mais uma forma de colocar a sua marca em evidência para os buscadores.

Produzir posts patrocinados focados no mercado local, que podem render citações e links para o seu site, certamente, é uma estratégia que vai ajudar a melhorar o ranqueamento do seu site.

Vale também para blogs de turismo que costumam ir além do roteiro básico de viagem e indicam experiências tipicamente locais, por exemplo.

4. Produza conteúdo local

Na hora de produzir o conteúdo do seu site, blog e redes sociais, reforce o aspecto local.

É possível fazer referência ao seu endereço e ao nome da cidade, além de eventos importantes para a região.

Também não deixe de criar conexões de outras formas, trazendo para o blog convidados que são reconhecidos localmente ou mesmo utilizando informações e traços culturais relevantes para o localidade em que a empresa se insere.

Lembre-se: mais do que simplesmente fazer propaganda do seu produto ou serviço, mostre o seu negócio como parte da comunidade.

5. Incentive as avaliações de clientes

As avaliações, sejam elas relacionadas ao perfil no Google Meu Negócio, em plataformas como o TripAdvisor ou até mesmo nos comentários das redes sociais, são importantes para mostrar como a sua marca se relaciona com o público.

Incentivar que os clientes postem suas impressões sobre o atendimento recebido e os produtos ou serviços consumidos ajuda a gerar credibilidade e ainda aumenta a relevância na busca do Google.

6. Confirme se seu NAP é o mesmo em toda a web (consistência)

A sigla pode dar a impressão de que estou falando de algo complexo, mas a verdade é que se trata de uma questão básica ‒ ainda que ignorada por muitos: name, address and phone number.

Em bom português, a lição aqui é manter nome, endereço e telefone da empresa sempre atualizados em todos os perfis que ela possui, incluindo o Meu Negócio.

E a dica não é só minha: é também do próprio Google.

Quando o buscador encontra informações conflituosas, é possível que nenhuma delas seja exibida.

Quais são os benefícios do SEO local?

“Mas será que vale mesmo a pena tomar todos esses cuidados?”, você pode estar se perguntando.

A resposta é uma só: sim, vale.

Abaixo, falo mais sobre isso, mostrando alguns dos principais benefícios que o seu negócio pode obter.

Aumenta a visibilidade na região

Podem até ser vários passos a seguir para colocar em prática as melhores técnicas do SEO local, mas pense que tudo isso vai retornar em mais visibilidade para a empresa.

E, melhor ainda, sem que você precise investir recursos financeiros.

É sobre estar melhor posicionado em relação a outros concorrentes locais, que podem dividir uma fatia importante de mercado.

Incentiva a tomada de ação

Estudo do próprio Google mostra que 76% das pessoas que fazem uma pesquisa local em seu smartphone visitam o negócio em até 24 horas.

Não é preciso dizer muito mais do que isso para evidenciar o quanto uma simples aparição entre os resultados em destaque pode ser decisiva para transformar potenciais consumidores em clientes.

Aumenta a autoridade local

Faça um rápido exercício: com que frequência você avança para além da primeira página de resultados do buscador? Tenho certeza que o número não é alto.

Um dos motivos é que nós confiamos no algoritmo e naquilo que ele nos apresenta. Entendemos que aquilo que aparece antes tem mais credibilidade.

Ou seja, reforça a sua autoridade local.

Atrai novos públicos

Com o SEO local, o seu negócio pode ser descoberto por consumidores que talvez não chegariam a ele de outra forma.

Isso vale tanto para as pessoas que moram na cidade em que a empresa funciona quanto para aquelas que estão de passagem, seja para visitar amigos e familiares, a trabalho ou mesmo como turistas.

Quais são os fatores de rankeamento do SEO local?

Quando falamos em ranqueamento no SEO local, é preciso entender que o Google combina diferentes fatores para ajudar o usuário a encontrar a resposta que tenha a melhor correspondência à busca realizada.

Abaixo, veja quais são aqueles listados como prioritários.

Proximidade

Ao mostrar um resultado com relevância local, o Google considera a distância do usuário em relação ao negócio a ser sugerido.

O entendimento é de que, quanto mais próximo, mais relevante ele tende a ser.

Caso a própria busca não especifique a localização, ela é calculada com base em dados de geolocalização.

Se o acesso ao GPS do smartphone de seu cliente estiver liberado, por exemplo, ficará mais fácil do Google prever o melhor resultado.

Destaque

Este é um dos pontos em que grandes empresas e locais conhecidos tendem a largar na frente: o destaque tem a ver com popularidade.

Aqui, não estou falando apenas do universo digital: o Google também busca refletir percepções do mundo offline.

Mas não se preocupe: as avaliações recebidas, os links indicando para o seu site e a criação de conteúdo com relevância local também são aspectos considerados.

É justamente neles que você deve trabalhar.

Relevância

Um pedido do Google às empresas: adicionem informações comerciais completas e tão detalhadas quanto possível.

Isso é importante para ajudar a traçar a correspondência entre a busca realizada e o perfil do seu negócio.

Como fazer uma busca de palavras-chave para SEO local?

Os termos utilizados pelo usuário para realizar uma busca e a sua localização são determinantes para os resultados que o buscador entrega.

Lembra o exemplo da pizzaria que citei no início do artigo? A lógica é exatamente essa.

Mas como usar isso ao seu favor na hora de definir as palavras-chave para os seus conteúdos?

Inicialmente, pense em termos básicos para o segmento do seu negócio.

Se estivermos falando de um consultório de odontologia, por exemplo, você poderia começar pela sua área mais específica: algo como “especialista em implantes”.

Para entender mais sobre essa palavra-chave e as possibilidades que ela pode gerar, a minha principal dica é utilizar ferramentas como a Ubersuggest, que ajuda a montar um planejamento mais detalhado e preciso, inclusive falando sobre a relevância do termo.

Veja uma simulação para o termo “especialista em implantes”.

Perceba que as sugestões dadas já incluem especificação geográfica. Neste caso, São Paulo.

Como estamos falando em tipos de pesquisa que costumam ser associadas pelo Google à necessidade de um retorno local, a conexão também pode ocorrer sem que a sua palavra-chave especifique uma cidade.

Voltando ao termo “pizzaria”, veja ainda o que acontece.

Trata-se de uma palavra genérica, para a qual seria muito difícil ranquear, caso não houvesse otimizações do Google para geolocalização. A busca acima também é simulada em São Paulo.

Para isso, é claro, você vai precisar agir de maneira estratégica.

Que tal focar em opções como “pizzaria perto de mim” ou variações que incluem a cidade ou características pretendidas (“melhores pizzarias”, por exemplo)?

Use estas palavras-chaves em seus textos e descrições que facilitará muito as buscas de seu consumidor!

Uma dica importante: a Ubersuggest permite você filtre as buscas para determinada palavra-chave de forma específica, por cidade.

Quais tipos de conteúdo produzir para buscas locais?

Com as dicas do tópico anterior, já é possível fazer os primeiros exercícios de construção de conteúdo com foco em SEO local.

Para facilitar o seu planejamento, listei alguns tipos específicos de material que podem ajudar a desenvolver ainda mais a sua estratégia:

  • Criar relações entre acontecimentos locais e o seu negócio
  • Manter uma aba de perguntas frequentes
  • Ter artigos escritos por personalidades locais
  • Promover webinários com temas relevantes para a comunidade local
  • Incentivar o compartilhamento de imagens com os produtos do seu negócio por meio de uma hashtag específica

Tudo isso vai ajudar a fortalecer a sua marca como uma autoridade e ainda fazer com que ela apareça em destaque nos buscadores, com palavras-chave certeiras.

Como encontrar oportunidades de citações e link building local?

Ao seguir as dicas que já trouxe ao longo do artigo, você vai estar muito mais próximo de criar conexões.

E elas vão facilitar a missão de encontrar oportunidades de citações e link building local, com outros sites apontando para o seu.

Afinal, a sua empresa já vai ser parte ativa da comunidade.

O próximo passo é identificar sites de notícias da região e blogs que possam render parcerias.

Já pensou, por exemplo, em ter uma coluna semanal em um destes espaços?

Figurar como fonte de matérias também é uma boa ideia, emitindo a sua opinião para o público.

Além de a marca ser citada, são grandes as chances de conseguir links espontâneos que direcionam o leitor para as suas páginas.

Conclusão

O crescimento do e-commerce pode dar a impressão equivocada de que o ambiente digital só traz oportunidades para grandes empresas.

Mas a verdade é que o SEO local nos mostra a importância de criar uma estratégia de presença online mesmo quando o foco do negócio é o público que está geograficamente mais próximo.

Ignorar esse aspecto pode levar você a perder a chance de consolidar a sua marca como referência.

Não é algo que você quer, não é?

Então, coloque em prática as dicas deste texto!

Ah, e comente abaixo: quais das ideias de SEO local já fazem parte da realidade na sua empresa?

Leia também: Marketing em Tempos de Crise

Nos conte seus desafios e suas expectativas.

Converse com a Yala e descubra como podemos acelerar o seu crescimento.

Cresça exponencialmente seu business com Growth Hacking

O termo Growth Hacking é geralmente utilizado no sentido de crescer um comércio, negócio ou um business em um ritmo exponencial. Parece o sonho de qualquer empreendedor, correto?

O problema é que geralmente os empresários esquecem alguns pontos críticos e importantes antes de crescer exponencialmente.

E o resultado que nos alarma é que observamos situações em que se acaba investindo dinheiro abundante, pulando etapas importantes e sem controle de recursos, mudando de estratégia antes de ser possível verificar a funcionalidade dela.

Etapas críticas para o sucesso de um bom Growth Hacking

Então como se cresce exponencialmente, seguindo as etapas importantes e críticas para o sucesso de estratégias que hackeiam os sistemas? Sean Ellis, da Startup Growth Pyramid e o inventor do termo, pensou deste modo para ilustrar as etapas mais importantes desta metodologia:

Começaremos falando pela base da pirâmide: encontre onde que seu produto encaixa dentro de um mercado, aprenda a falar e comunicar sobre seus valores e sua cultura. Se você não encontrar ninguém que se importe com seu produto, não há hacks e nem estratégias que possam alavancar suas vendas. Mesmo que o produto seja de graça, se não encontrar onde ele se encaixa e onde o consumidor está, ninguém vai o querer.

Conteúdo relevante para entender
como grandes empresas cresceram
com marketing.

Cadastre-se em nossa mailing list e receba dicas e melhores práticas para o crescimento da sua empresa

No meio da pirâmide, com o fim de fazer um backlog de ideias, é feito uma análise métrica dos canais já trabalhados a partir de uma linha editorial, garantindo o cruzamento dos valores da empresa, são criadas e desenvolvidas hipóteses de campanhas, ações e de seus canais de divulgação, é estudada a resposta do público e possíveis respostas da empresa e, por fim, outras possibilidades de comercialização do seu produto.

Anteriormente comentei sobre qual a ligação da cultura com o marketing, entretanto, compreendemos que um business não funciona como um hipotético Bar do João, onde as pessoas vão porque gostam de como João leva seu comércio, cozinha seus pratos típicos e como instrui o seu único funcionário a atender clientes.

Dentro de um business que esteja alinhado com a metodologia de Growth Hacking, é interessante que você teste os valores e a cultura. Caso contrário, como você vai saber o melhor valor para ele?

Os testes devem ser constantes

Para hackear os sistemas e ter um crescimento exponencial, é necessário somar mentes brilhantes de diferentes areas para multiplicar o conhecimento: tecnologia, marketing, análise de informações, design e experiência de produto.

É importante compreender como funciona seu funil de vendas completamente, onde o seu potencial consumidor está e entender como impactar no momento correto, com a experiência correta.

Os impulsionamentos em displays de medias devem ser calculados e analisados metodologicamente e com criatividade. Assim, você garante o sucesso do crescimento exponencial que o Growth Hacking propõe.

Growth Marketing é sinônimo de crescimento seguro, conciso e exponencial.

Converse com um especialista de projetos da Yala