Conheça o básico sobre media training para pequenas e médias empresas

Como se preparar para uma entrevista e conseguir comunicar o que você realmente quer.

Bomba, bomba: você acabou de ser selecionado para uma matéria que falará um pouco sobre business. A história que você falar sobre a sua marca vai te expor para uma nova audiência e ampliar a visibilidade da sua empresa.

E assim como a felicidade pela oportunidade, também vem uma tonelada de ansiedade agora que você precisa fazer a entrevista. 

Eu entendo, de verdade – jornalistas podem ser extremamente assustadores. Além disso, essa ação  é uma oportunidade de conseguir novos clientes, aumentar suas vendas e ainda sua autoridade. Você quer ter certeza que está usando as palavras certas nos momentos corretos. 

Você deve se questionar: como tantos empresários são tão bons com anúncios e entrevistas? Como consigo superá-los?

Mantenha a calma

Respire fundo e tenha calma. O sucesso de uma entrevista tem a ver com preparação e  prática. É normal ficar nervoso antes de um compromisso como este. Aqui, citarei algumas estratégias que podem ajudar a comunicar o que você realmente quer falar. Com alguns conhecimentos prévios, com certeza terá uma entrevista mais assertiva e produtiva.

Pense em tudo!

Primeiro de tudo: alinhe-se com os acontecimentos do mundo e como sua empresa encontra-se no momento. Quais serão os resultados que essa exposição trará? A partir dessa resposta, escolha a mensagem que você quer passar.

Todas as entrevistas têm, naturalmente, espaços para que você possa falar exatamente o que está na sua agenda de comunicação. Além disso, deve-se seguir dois objetivos básicos:

  • Contribuir com o jornalista e suas necessidades para a história que ele quer contar
  • Falar sobre a sua empresa

Os objetivos têm que ser equilibrados. Se você não falar a história direito, talvez ela nem seja noticiada, mas se você não defender e falar da sua empresa, a razão de você ter sido a pessoa escolhida para contar a história é perdida.

Pesquise

Procure com quem você vai conversar, estude a linha de conteúdo e o tom de voz do repórter. Você quer saber o mínimo do que eles pensam e seus interesses. Também não é um problema perguntar para os produtores da entrevista se já foram abordados assuntos semelhantes no passado e perguntar mais detalhadamente o que eles realmente querem discutir contigo.

Também é importante relevar quem está do outro lado da linha – e que vai receber essa história. O que eles querem ouvir?

Identifique três mensagens que você quer levar

Com essa pesquisa na cabeça, é hora de identificar o que você realmente quer comunicar durante a entrevista e o que você não quer falar durante a entrevista. 

Anote e memorize todos estes pontos e, mais importante, comunique somente o que você já havia pensado em falar. 

Treino

O único motivo para alguém soar natural numa entrevista é o treino: fazer uma lista de possíveis questões, se trancar no quarto e praticar as respostas. É literalmente um treino de músculos para que as palavras soem corretamente e mais seguras.

A hora é agora!

Durante a entrevista

Você se preparou e agora é hora de arrebentar na entrevista. 

Ao invés de tentar se lembrar de tudo, foque em conseguir passar a mensagem correta. Você já se preparou, sabe o que tem que ser dito e como deve ser falado.

  1. Estabeleça quem é você e quem é a empresa a nível de perspectiva introdutória. Apesar da pergunta do jornalista, comece com este contexto. Isso garante que a mídia e o repórter entenda quem é você e a empresa. Não deixe que essa interpretação fique para eles. 
  2. Tenha calma, responda perguntas e fale da sua história. Lembre-se que você se preparou e está no controle da entrevista – eles te perguntam e você já saberá a resposta. 

Se a entrevista for online ou por telefone, mantenha as suas anotações próximas. Você não quer ler as anotações, mas com certeza elas o ajudarão a encontrar algum  território conhecido durante uma resposta. 

Durante a entrevista você pode perceber que conseguiu comunicar muito do que queria, mas caso não tenha conseguido, não perca a oportunidade e comente com o jornalista: “Ah, só mais uma coisinha..”, ou, se necessário, envie um e-mail para a emissora. 

  1. Durante a entrevista, anote tudo o que achar relevante: um comentário, uma pessoa comentada, uma outra entrevista que você foi convidado… 

Ao encontrar obstáculos durante uma entrevista, pode ser fácil perder a linha de raciocínio como, por exemplo,  com alguma pergunta difícil do repórter.

Lembre-se: você pode responder a uma pergunta sem chegar na resposta quista pelo repórter. 

Algumas dicas para tal são:

  • Não tenha medo de ganhar tempo, está tudo bem pensar para responder algo. Falar que é uma boa pergunta é um bom exemplo de como ganhar alguns segundos pensando.
  • Se você não tiver a informação adequada, não é um problema dizer que confirmará e enviará diretamente para a pessoa. 
  • Ainda, em último caso, se não quiser responder uma questão: não responda! Você pode falar diretamente, por exemplo: “não comentamos sobre questões financeiras” ou ainda levar a resposta para um campo que você se sinta mais à vontade. 
  • Evite o termo “sem comentários” ou  “eu não sei”. Isso passa uma mensagem muito ruim. Se necessário, utilize “Não tenho certeza”. 

Depois da entrevista

Converse com os repórteres, conecte os pontos e ofereça ajuda no que ele precisar para criar a história, complete informações que não conseguiu trazer durante a entrevista, imagens e referências citadas. Se não souber quando será passada a entrevista, é um bom momento de perguntar.

E claro, assista para se auto-avaliar e melhorar para a próxima vez!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *